Vinho paulista no caminho de Minas, vinho bão com sotaque italiano – Guaspari

Muitos estão voltados para os escândalos da Petrobras e não conseguem se aperceber do Brasvinho que está nascendo diante dos nossos olhos e por conseguinte não fazem nada para degustá-los.

O Maximo Boschi, o Pizzato, o Argenta, o Boscato, a Lidio Carraro, o Villa Francioni, a cooperativa de maçãs de São Joaquim que agora produz vinho, foram incentivados pela abertura de mente e coragem de gente como o Adriano Miolo, Angheben e outros poucos, que sairam mostrando um vinho brasileiro que ninguém podia acreditar, há menos de 20 anos.

Agora começa aparecer coisas em lugares estranhos, cada vez mais estranhos. Vinho no norte de São Paulo? Em Espírito Santo do Pinhal, tá loco sô? E chegam botando banca de vinho de preço europeu – de R$90,00 a R$130,00, o que não é fácil não. É a Guaspari que aterriza em vôo rasante nas gôndolas para concorrer pesado.

GuaspariMais uma vez, vinhos que não são feitos por gente que pretende com isso se capitalizar no curto prazo. Tem a MSP Participações, uma grande empresa dando respaldo econômico, dando condições para que o projeto amadureça tão bem quanto as uvas que produz.

Entrevista abaixo, via email, eu, Breno Raigorodsky,

pergunto, o Diego Palmieri responde.

  • Quando vocês começaram as atividades da vinícola?

 

Plantamos as primeiras parreiras em 2006, em caráter experimental numa área de seis hectares. Entre elas, estavam diversas variedades francesas, escolhidas pelas características do terroir da região. Já o primeiro vinho foi produzido em 2008, ainda de maneira artesanal. Foram apenas 30 garrafas, que apresentaram características positivas e nos animaram a prosseguir com o projeto de produzir vinho de qualidade internacional e assumir o desafio de colocar Espírito Santo do Pinhal, em São Paulo, no mapa dos grandes vinhos.

 

  • De onde vem o capital que permitiu o investimento em vinho?

A Vinícola Guaspari pertence a holding MSP Participações, uma empresa com atuação nas áreas de mineração e agronegócio.

  • Quantos ha. vocês têm plantado em uva?

 

Guaspari 4
A área plantada atinge hoje 50 hectares, divididos em 12 terroirs, de acordo com as características de solo, altitude e clima de cada um.

 

  • Quantas garrafas você produzem e quantas querem produzir?

 

Lançada em novembro de 2014, a primeira safra comercial da Vinícola Guaspari saiu com 3 mil garrafas do Syrah – Vista da Serra 2011; 3 mil do Syrah – Vista do Chá 2011; e 4 mil garrafas de Sauvignon Blanc 2012. Além disso, há uma pequena produção de Pinot Noir (safras 2010 e 2011) que será vendida mediante encomenda. Até 2018, pretendemos produzir 150 mil garrafas/ano.Guaspari 2

 

  • Quais são os princípios enológicos que vocês seguem?

 

A vinícola Guaspari tem como objetivo principal a produção de vinhos de alta qualidade, seguindo um conjunto de princípios enológicos com a finalidade de extrair o melhor das uvas produzidas na região de Espírito Santo do Pinhal.

 

Princípios Básicos:

 

1 – Influenciar o menos possível nas uvas e nos vinhos de modo com que elas expressem o verdadeiro terroir da região;

2 – Manter os parâmetros qualitativos durante todo o processo de maneira a assegurar o alto padrão de qualidade para os consumidores, seguindo as normas de boas práticas agrícolas, boas práticas de fabricação, análises de perigos e pontos críticos de controle, ISO 22000, ISO 9001, ISO 14000, além do processo de rastreabilidade de todos as etapas, desde o plantio até o vinho engarrafado.

Para atender a esses princípios, seguimos os procedimentos descritos abaixo:

 Uva:

– Produção máxima de 4500 kg/ha;

– Controle de maturação semanalmente dos diferentes parâmetros físico-químico, análises sensoriais e observação das condições de um modo geral de todo o vinhedo com a finalidade de determinar o ponto exato de colheita, envolvendo os três pontos de maturação: tecnológica (açúcares e acidez), sensorial (aromática e gustativa) e fenólica (maturação dos compostos fenólicos: taninos, antocianos, no caso dos vinhos tintos);

– A colheita é feita de forma manual nas primeiras horas do dia, realizando uma pré-seleção no campo.

 Vinificação:

Na vinícola, a uva é rapidamente resfriada a 7oC e se inicia o processo de esmagamento.

Vinhos Brancos

– Seleção das uvas através de mesa selecionadoras, retirando as uvas indesejadas;

– As uvas são prensadas inteiras, retirando no máximo 50% de rendimento;

– O mosto é trasfegado para o tanque, onde se realizará o processo de decantação natural por frio durante 12 horas;

– Após esse tempo, o mosto é trasfegado para o tanque de fermentação, onde será adicionado a levedura selecionada e desidratada;

– A fermentação ocorre de forma controlada a 15oC e com controle permanente de nossos técnicos.

 

 

  • Qual é a sua posição sobre os selos de biológico, de compromisso de produção, de biodinâmico, de kosher etc.? 

 

Não somos produtores de vinhos orgânicos nem biodinâmicos. Mas utilizamos o mínimo possível de produtos químicos e sempre com um controle muito rígido. A produção de uvas segue o manejo integrado, baseado nas boas práticas agrícolas, no qual prevalecem as técnicas convencionais do tipo: adubação, pulverizações e irrigação, destinadas à produção de uvas de alta qualidade. Para o controle dessas práticas agrícolas, a Vinícola Guaspari está implantando normas de qualidade, iniciando pela Valore, programa de boas práticas agrícolas da Bayer CropScience – certificada pela TÜV Rheinland e, após essa certificação, partir para as normas ISO 22000 (Gestão da Segurança de Alimentos), ISO 9001 (Gestão da Qualidade) e ISO 14000 (Sistema de Gestão Ambiental).

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s