Queijos são bons. Queijos são ruins.

raduzido livremente de

JENNA BIRCH, do WASHINGTON POST
4 SET 2019

Os americanos adoram queijo. Enquanto o consumo de leite nos EUA caiu, o consumo de queijo continua aumentando ano após ano.
queijos 3De acordo com um relatório do Departamento de Agricultura de 2018, o consumo de queijo per capita aumentou para um recorde de 37,23 libras (16,9 kg).
Se você é um fã de queijo obstinado, provavelmente está consumindo sua mussarela e sua ricota (queijo italiano agora são os mais populares nos Estados Unidos) com uma ponta de culpa.
Afinal, o queijo há muito tempo é um “bad guy” por conta de seu alto
teor de gordura saturada. queijos
Pesquisas recentes sugerem, no entanto, que o problema pode ser mais complexo. Um estudo publicado em 2018 mostrou gorduras lácteas, como queijo têm efeito neutro ou positivo para o coração.
Uma análise de 2018 dos pesquisadores de Harvard concluiu que havia um “nulo ou associação inversa fraca entre consumo de laticínios e risco de doença cardiovascular “.
A revista médica Lancet descobriu produtos lácteos como o queijo, associado inclusive a um menor risco de mortalidade.
https: //www.sciencealert.com/here-s-a-scientific-ranking-of-cheeses-by-nutrition? utm_source = ScienceAlert + – + Daily + Email + Updates & utm_campaign = 939cafca … 1/6

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.